História

A Unipaz em São Paulo

O primeiro impulso em São Paulo se deu em 1992 quando Vera Saldanha e Luiz Carlos Garcia convidaram Janete Duprat, aprendiz da primeira turma de FHB do Campus Brasília da UNIPAZ, para integrar a diretoria do nascente Primeiro Núcleo da Unipaz no Estado São Paulo, com sede em Campinas/SP. A primeira turma da Formação Holística de Base iniciou em 1993, no salão de eventos do Posto Lago Azul, localizado no Km 72 da via Anhanguera, município de Louveira/SP. A primeira turma na Cidade de São Paulo, também focalizada por Janete Duprat, iniciou em 1994, em parceria com a Faculdade Anhembi-Morumbi, entidade que se destacou pelo lançamento no Brasil de cursos universitários até então inéditos no país.

No dia 4 de outubro de 2002, iniciou a terceira turma na cidade de São Paulo, ainda como Núcleo da Unipaz Campinas sobre a Presidência de Luiz Carlos Garcia, com a coordenação de Manoel Simão, Maura Maluf e Alexandre Calvo.

Em 8 de dezembro de 2006, constituiu-se como associação, tendo a partir de então, diretoria própria. No início de 2010 inaugurou sua sede, com confortáveis instalações, onde ministra cursos e realiza eventos próprios, e em parcerias com outras instituições.

Em 2012, foi a unidade da Rede Unipaz responsável pela realização do III Festival Mundial da Paz.

A Unipaz no Brasil

A Universidade Internacional da Paz – UNIPAZ, é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, fundada em 1987 em Brasília. É a terceira instituição educacional de Cultura de Paz, ao lado das Nações Unidas e da Costa Rica. A UNIPAZ se distingue por sua vocação para desenvolver a Cultura de Paz, trabalhando a partir de uma Educação Integral, baseada nos paradigmas Transdisciplinar e Holístico. Como declarado no Ato Constitutivo da UNESCO, “as guerras nascem na mente das pessoas, portanto, é na mente das pessoas que devem ser erguidos os baluartes da Paz”.

A partir da abordagem de uma ecologia inclusiva, individual, social e ambiental, a UNIPAZ trabalha com programas, projetos e diferentes atividades de sensibilização, formação e pesquisa com comunidades nos níveis local, regional, nacional e internacional.

A Unipaz é fruto do encontro de três franceses – Pierre Weil, Monique Thoenig e Jean-Yves Leloup, referências do movimento transpessoal na Europa. Conceberam a UNHI-Universidade Holística Internacional em 1986, em Paris. Sua Carta Magna contendo os princípios regentes se baseia na Declaração de Veneza, UNESCO, que reconheceu “a urgência de uma pesquisa verdadeiramente transdisciplinar”, representando, em suma, o intercâmbio dinâmico entre a ciência e a consciência.

Em março de 1987 foi realizado em Brasília, o Primeiro Congresso Holístico Internacional – I CHI, com o tema centrado nas origens da destruição da vida no Planeta, a fragmentação do conhecimento, a Declaração de Veneza da Unesco e a necessidade urgente da implantação da Transdisciplinaridade nas Universidades do Mundo. No discurso de encerramento o governador José Aparecido anunciou oficialmente a sua intenção de criar a Universidade Holística Internacional de Brasília e convidou Pierre Weil para assumir a liderança da instituição. Em 12 de setembro de 1987 nasce a Fundação Cidade da Paz, cujo objetivo seria o de criar, manter e administrar a futura Universidade Holística Internacional de Brasília. Em 14 de abril de 1988 foi realizada a cerimônia de inauguração oficial da Universidade Holística Internacional de Brasília.

Atualmente a operação da Unipaz se dá por meio da Fundação em Brasília e mais 14 unidades sediadas nas principais capitais brasileiras, além das unidades em Portugal e França.

Pierre Weil

O nome “samurai” em japonês significa “aquele que serve”. Pierre Weil pelo legado ofertado à humanidade durante a sua existência recebe o título de “Samurai da Paz”,  servidor da paz.

Nascido em 16 de abril de 1924, numa família que praticava três religiões diferentes, conflitantes entre si, numa região fronteiriça de dois países, a França e a Alemanha, periodicamente em guerra, a Alsácia era uma mistura de duas culturas com duas línguas utilizadas nas conversas entre os seus pais.

Com 8 anos de idade brincava com os primos de criar a Associação Católica dos Judeus Protestantes a favor do Maometanismo Budista. Era a sua maneira engraçada de reagir às tensões geradas pelos desentendimentos religiosos da família. Aos 14 anos escreve em seu diário: “Minha pátria é principalmente a Terra”.  Com a mesma idade, em plena guerra mundial, ele propõe a ideia de eliminar as fronteiras, de criar a Europa com uma moeda única.

Aos 18 anos, como voluntário do movimento da Resistência Francesa, iniciou sua atividade de educador, cuidando de jovens refugiados da guerra. Ao caminhar nos trilhos de um trem,  enquanto seus companheiros preparavam-se para explodir uma ponte ferroviária,  vislumbrou a criação de uma escola com todos os métodos de educação a serviço da Paz.

O seu sonho é concretizado em Brasília, no Brasil. Em março de 1987 é realizado o 1º. Congresso Holístico Internacional de Brasília com o tema centrado nas origens da destruição da vida no Planeta, a fragmentação do conhecimento, a Declaração de Veneza da Unesco e a necessidade urgente da implantação da Transdisciplinaridade nas Universidades do Mundo. No discurso de encerramento o governador José Aparecido anunciou oficialmente a sua intenção de criar a Universidade Holística Internacional de Brasília e convidou Pierre Weil para assumir a liderança da instituição. Em 12 de setembro de 1987 nasce a Fundação Cidade da Paz, cujo objetivo seria o de criar, manter e administrar a futura Universidade Holística Internacional de Brasília. Em 14 de abril de 1988 foi realizada a cerimônia de inauguração oficial da Universidade Holística Internacional de Brasília. Na presença do governador José Aparecido e do presidente do Conselho da Unesco, o professor José Israel Vargas, foi desvelada a placa comemorativa do evento com a citação do preâmbulo do ato constitutivo da Unesco:

“As guerras nascem nas mentes das pessoas. Logo é na mente das pessoas que precisam ser erguidas as defesas da Paz.”

Esse é o lema que inspira a ação educativa da Unipaz que irradiou para outras cidades brasileiras formando o que hoje denominamos de Rede Unipaz.

Em vida, chegou à conclusão de que não foi por acaso que nasceu nessa família contraditória e num lugar de lutas de fronteiras, e ter sido guerrilheiro da Cruz Vermelha, sem matar alguém. Compreendeu que foi preparado para ser o que se tornou aos poucos: um educador. Por solicitação de Robert Muller, em dezembro de 2000, recebeu o Prêmio UNESCO de Educação para a Paz,  pela criação do método “A Arte de Viver em Paz”. Em 2003, foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz.

Por vinte anos, até a data de seu falecimento em outubro de 2008, Pierre Weil esteve à frente da Unipaz, dando um exemplo de dedicação e responsabilidade com a Educação para a Cultura de Paz. Notável e fértil escritor, publicou aproximadamente 50 livros e como orientação aos rumos que a Unipaz deveria tomar, em 2002, ele nos presenteou com o texto que exprime seu pensamento e sua visão de futuro: A Universidade da Paz dos Meus Sonhos.

Síntese da História de Pierre Weil ((1924 – 2008).

Festival Mundial da Paz

O Festival Mundial da Paz é um evento global, sistêmico, multicultural, descentralizado e integrador. É realizado por voluntários que compartilham gratuitamente suas experiências e saberes em prol da causa da paz e em cooperação com entidades parceiras.

Até 2012 ocorreu a cada três anos visando a promoção, a partilha e a vivência de valores e experiências de Cultura de Paz entre diversos agentes, instituições e indivíduos, dedicados ao desenvolvimento e difusão desta causa.

A proposta básica do Festival foi apresentada pela primeira vez no Congresso Holístico Internacional em Findhorn, Escócia, em setembro de 2004 por sua idealizadora Dulce Magalhães, integrante do conselho gestor da Unipaz SC.

O I Festival Mundial da Paz foi realizado em Florianópolis, Santa Catarina, de 1 a 6 de setembro de 2006, sob a coordenação geral de Dulce Magalhães.

O II Festival Mundial da Paz foi realizado em Goiânia, Goiás, de 4 a 7 de setembro de 2009, sob a coordenação geral de Hélyda Di Oliveira.

O III Festival Mundial da Paz foi realizado em São Paulo, Capital, de 6 a 9 de setembro de 2012, sob a coordenação de Nelma da Silva Sá.

“O silêncio é uma abertura de encontro de todas as orações, de todos os corações, de todas as tradições.”

Pierre Weil

Universidade Holística, é um termo criado por Monique Thoenig, para designar uma Universidade de encontro transdisciplinar dos diferentes ramos do conhecimento e de formação de pessoas sem fronteiras.

Siga-nos nas redes sociais!

UNIVERSIDADE INTERNACIONAL DA PAZ
UNIPAZ SÃO PAULO

Rua Natividade, 72 • Vila Nova Conceição
CEP 04513-020 • São Paulo • SP
11 5083•4278 • [email protected]

Siga-nos nas redes sociais!

UNIVERSIDADE INTERNACIONAL
DA PAZ
UNIPAZ SÃO PAULO

Rua Natividade, 72
Vila Nova Conceição
CEP 04513-020 • São Paulo • SP
11 5083•4278
[email protected]

X